Deixe-Me Contar Para Você Sobre Jesus e Sua Igreja

Por Steve Ridgell

Nem me lembro da primeira vez que ouvi o nome de Jesus. Tive o privilégio de ser criado por pais cristãos que me ensinaram sobre Jesus desde o dia que nasci. Sempre fomos ativos na igreja. Esta herança foi uma bênção muito rica, mas também tornou fácil ignorar algumas coisas. Às vezes Jesus e Sua igreja se tornaram rotina, quase um hábito que não exigia muita atenção. Ao ficar mais velho, lutei para passar a minha fé aos meus próprios dois filhos. Comecei a descobrir de novo a empolgação de conhecer Jesus. Ao batalhar com o pecado e Satanás através dos anos, continuei a renovar minha fé no Filho de Deus. Descobri que de todas as decisões da minha vida, a única que tem muito significado é esta: o que farei com Jesus?

Continuo ativo na minha igreja local. É um lugar para louvar, ministrar, servir e é um refúgio num mundo que não faz sentido. Alguns dos relacionamentos mais íntimos que tenho são aqueles que tenho com a minha família cristã. Estes irmãos e irmãs não são perfeitos, mas são crentes perdoados que são compromissados a seguir Jesus. Então, nas palavras de Jesus, e às vezes nas palavras de alguns dos seus seguidores... deixe-me contar para você sobre Jesus e Sua Igreja.

Steve Ridgell
steve@heraldoftruth.org


 

Quem é este Jesus?

“Respondeu-lhe Simão Pedro: Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo” - Pedro, Mateus 16:16

Esta é a verdade fundamental sobre Jesus. Ele é o Filho de Deus. De fato, Jesus continuou a dizer que esta verdade foi a rocha sobre a qual Ele edificaria a Sua igreja.

“Verdadeiramente este era filho de Deus” - O centurião ao pé da cruz, Mateus 27:54

Estas palavras ditas ao pé da cruz onde Jesus morreu são a maior verdade na história da humanidade. Deus deixou Seu Filho vir ao mundo em forma humana. Esta é a verdade que mudará sua vida para sempre.



Por que Ele Veio ao Mundo?

“Porque o Filho do homem veio buscar e salvar o que se havia perdido” - Jesus, Lucas 19:10

Estávamos perdidos no pecado e Jesus veio para nos salvar. Todos nós temos feito coisas contrárias à Vontade de Deus, e deixamos de fazer coisas de acordo com Sua Vontade. Jesus veio para não ficarmos perdidos eternamente.

“...o Filho do homem não veio para ser servido, mas para servir, e para dar a sua vida em resgate de muitos” - Jesus, Mateus 20:28

O único propósito de Jesus foi morrer para pagar o resgate por nossos pecados. Ele teve um grande ministério, mas veio a este mundo para pagar o preço pelos nossos pecados. Ele morreu pelos meus pecados e seus pecados.

“Jesus, sabendo este que o Pai tudo confiara às suas mãos, e que ele viera de Deus, e voltava para Deus...” - João, João 13:3

Jesus sabia exatamente quem era e qual era sua missão. Ele sabia que foi enviado do Seu Pai e sabia que ia voltar ao completar sua missão. Deus nos fez. Ele tem um propósito para nós neste mundo, e quando terminarmos nossa missão... também iremos ao céu.

“Na casa de meu Pai há muitas moradas. Se assim não fora, eu vo-lo teria dito. Pois vou preparar-vos lugar. E, quando eu for e vos preparar lugar, voltarei e vos receberei para mim mesmo, para que, onde eu estou, estejais vós também” - Jesus, João 14:2-3

Jesus voltou ao Pai para preparar um lugar para cada um de nós na casa de Deus. Ele voltará para nós e nos levará para estar com Ele para sempre.

“Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida. Ninguém vem ao Pai senão por mim” - Jesus, João 14:6

Não há caminho ao Pai a não ser através de Jesus. Ele é o único caminho. Ele é a verdade. Ele é a vida... tanto aqui e para sempre.



Quão Importante é a Verdade Sobre Jesus?

“Irmãos, venho lembrar-vos o evangelho que vos anunciei, o qual recebestes e no qual ainda perseverais; por ele também sois salvos, se retiverdes a palavra tal como vo-la preguei, a menos que tenhais crido em vão. Antes de tudo, vos entreguei o que também recebi: que Cristo morreu pelos nossos pecados, segundo as Escrituras” - Paul, 1 Coríntios 15:1-3

O Evangelho é importante. Paulo pregou o Evangelho, e ele diz que os coríntios receberam o Evangelho e permaneceram e perseveraram nele. Somos salvos pelo Evangelho se nos agarrarmos nele. Isso é de suma importância. Então, qual é este Evangelho? Jesus Cristo morreu pelos nossos pecados. Ele foi sepultado e ressurgiu no terceiro dia. Estas são as boas novas da salvação. É a coisa mais importante que você pode saber. Jesus morreu por você. Ele foi sepultado e no terceiro dia saiu do túmulo. Essas são as boas novas que salvaram minha vida, e podem salvar a sua também.



O Que Faço Sobre Essas Boas Novas?

“Dizia a todos: Se alguém quer vir após mim, a si mesmo se negue, dia a dia tome a sua cruz e siga-me. Pois quem quiser salvar a sua vida perdê-la-á; quem perder a vida por minha causa, esse a salvará. Que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro, se vier a perder-se ou a causar dano a si mesmo” - Jesus, Lucas 9:23-25

Se você realmente quer seguir Jesus, tem 3 (três) coisas que Ele exige. A primeira é entender que Jesus é o foco – não você. Quando me entrego a Jesus, estou negando a mim mesmo. Minha vida agora está sob o controle de Jesus, não o meu. Depois, eu levo a cruz diariamente. Lembro-me a cada dia que Jesus morreu na cruz pelos meus pecados e a cada dia comprometo-me a viver – e morrer – por causa da cruz. Seguirei a Jesus. Comprometo-me a tentar viver como Ele viveu. Tratarei as pessoas como Ele o fez e louvarei e servirei como Ele fez.

“...Ou, porventura, ignorais que todos nós que fomos batizados em Cristo Jesus fomos batizados na sua morte? Fomos, pois, sepultados com ele na morte pelo batismo, para que, como Cristo foi ressuscitado dentre os mortos pela glória do Pai, assim também andemos nós em novidade de vida. Porque, se fomos unidos com ele na semelhança da sua morte, certamente, o seremos também na semelhança da sua ressurreição, sabendo isto; que foi crucificado com ele o nosso velho homem, para que o corpo do pecado seja destruído, e não sirvamos o pecado como escravos, porquanto quem morreu está justificado do pecado” - Paulo, Romanos 6:3-7

O que faço sobre as boas novas que Jesus morreu por mim, e que ressuscitou dentre os mortos? Participo disso. Quero ser crucificado com ele e compartilhar na morte dele. Paulo dia que fazemos isso através do batismo. Quando sou batizado em Cristo, sou batizado na sua morte. De fato, o batismo espelha exatamente as boas novas de Jesus. Eu morro com ele no batismo, sou sepultado com ele no batismo, e ressuscitado com ele no batismo para uma nova vida aqui, e meu batismo garante a futura ressurreição. Quando compartilho na morte de Cristo no batismo, eu crucifico meu velho “eu” e sou liberto do pecado. Jesus morreu pelos meus pecados e quando compartilho naquela morte, meus pecados são perdoados.



O Que Mais Devo Saber Sobre O Batismo?

“Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo para remissão dos vossos pecados, e recebereis o dom do Espírito Santo” - Pedro, Atos 2:38

Há duas grandes promessas nesta passagem associadas com o batismo. A primeira grande promessa é que nossos pecados serão perdoados. A segunda é que através do batismo recebemos o Espírito Santo.

“Pois todos vós sois filhos de Deus mediante a fé em Cristo Jesus; porque todos quantos fostes batizados em Cristo de Cristo vos revestistes.” - Paulo, Gálatas 3:26-27

O batismo é uma resposta de fé em Jesus Cristo. Nosso batismo não só nos reveste em Jesus, como também nos faz filhos na família de Deus.

“Pois, em um só Espírito, todos nós fomos batizados em um corpo, quer judeus, quer gregos, quer escravos, quer livres. E a todos nós foi dado beber de um só Espírito.” - Paulo, 1 Coríntios 12:13

O batismo é um sinal visível de união com outros crentes. Não importa nosso histórico, todos nós compartilhamos no batismo e recebemos o único Espírito. É a nossa entrada no corpo de Cristo. E esse corpo é um.



Quem Está Em Controle Do Corpo Desta Família?

“...omo também Cristo é o cabeça da igreja, sendo este mesmo o salvador do corpo. Como, porém, a igreja está sujeita a Cristo...” - Paulo, Efésios 5:23-24

Jesus é o cabeça da Sua igreja, Seu corpo. Um corpo não pode ter duas cabeças, e nenhum homem, ou grupo de homens, pode ser o cabeça da igreja.

“Rogo, pois, aos presbíteros que há entre vós, eu, presbítero com ele, e testemunha dos sofrimentos de Cristo, e ainda co-participante da glória que há de ser revelada: pastoreai o rebanho de Deus que há entre vós, não por constrangimento, mas espontaneamente, como Deus quer; a nem por sórdida ganância, mas de boa vontade; nem como dominadores dos que vos foram confiados, antes, tornando-vos modelos do rebanho. Ora, logo que o Supremo Pastor se manifestar, recebereis a imarcescível coroa da glória...” - Pedro, 1 Pedro 5:1-4

As congregações locais têm presbíteros que servem como pastores espirituais e exemplos à igreja. Pedro mesmo era presbítero na sua congregação local. Estes pastores estão sob a autoridade do Grande Pastor... Jesus.



O Que Fazemos Como Família?

“Porque eu recebi do Senhor o que também vos entreguei: que o Senhor Jesus, na noite em que foi traído, tomo o pão; e, tendo dado graças, o partiu e disse: Isto é o meu corpo, que é dado por vós, fazei isto em memória de mim. Por semelhante modo, depois de haver ceado, tomou também o cálice, dizendo: Este cálice é a nova aliança no meu sangue; fazei isto, todas as vezes que o beberdes, em memória de mim” - Paulo, 1 Coríntios 11:23-26

Este é o segundo dos atos visíveis da nossa submissão ao Senhorio de Jesus (batismo é o outro). Este é o foco e âmago do louvor da igreja. Nós lembramos do corpo de Jesus dado por nós na cruz e somos relembrados do Seu incrível amor por cada um de nós. Também lembramos do sangue que Ele verteu pelos nossos pecados e transbordamos de gratidão e adoração. Esta comunhão também é nosso testemunho ao mundo que Jesus morreu, que ressurgiu, e que Ele voltará para nós. A igreja continuará esta celebração até a volta do Senhor.

“Porventura o cálice de bênção, que abençoamos, não é a comunhão do sangue de Cristo? O pão que partimos não é porventura a comunhão do corpo de Cristo? Porque nós, sendo muitos, somos um só pão e um só corpo, porque todos participamos do mesmo pão” - Paulo, 1 Coríntios 10:16-17

Participar da Ceia do Senhor é um ato de união. É um ato de compartilhar com Jesus na Sua morte, e serve como lembrete do compromisso que fizemos ao sermos crucificados com Cristo no batismo. Também é nossa afirmação de união como o corpo de Cristo. Podemos parecer diferentes, nossos estilos de louvor diferem um pouco, moramos em diferentes partes do mundo... mas achamos a nossa união na participação da Ceia juntos.

“Porque nós, sendo muitos, somos um só pão e um só corpo, porque todos participamos do mesmo pão...” - Lucas, Atos 20:7

Cristãos se reúnem no primeiro dia da semana com o propósito de compartilhar da Ceia do Senhor (partir do pão) em conjunto. O povo de Deus também ouve a Palavra de Deus.

“Falando entre vós em salmos, e hinos, e cânticos espirituais; cantando e salmodiando ao Senhor no vosso coração. Dando sempre graças por tudo a nosso Deus e Pai, em nome de nosso Senhor Jesus Cristo” - Paulo, Efésios 5:19-20

Cristãos cantam quando estão juntos. Nosso louvor na canção é a nossa oferta de gratidão por tudo que Deus tem feito por nós. Também cantamos como uma maneira de encorajar uns aos outros e edificar uns aos outros. O que expressamos através da voz a Deus e uns aos outros vem de um coração transbordando de amor, gratidão e louvor. Cantar é uma celebração da vida em conjunto em Cristo.

“A palavra de Cristo habite em vós abundantemente, em toda a sabedoria, ensinando-vos e admoestando-vos uns aos outros, com salmos, hinos e cânticos espirituais, cantando ao SENHOR com graça em vosso coração” - Paulo, Colossenses 3:16

A família de Deus ensina e exorta uns aos outros com a sabedoria que vem da Palavra de Cristo. Fazemos isso através da pregação, ensinamento e canto.

“E, tendo orado, moveu-se o lugar em que estavam reunidos; e todos foram cheios do Espírito Santo, e anunciavam com ousadia a palavra de Deus” - Lucas, Atos 4:31

Quando a família de Deus ora, acessamos o poder de Deus. A oração nos capacita e nos dá coragem de falar a Palavra de Deus.

“...Porque também uma e outra vez me mandastes o necessário a Tessalônica” - Paulo, Filipenses 4:16

 

“Para que em tudo enriqueçais para toda a beneficência, a qual faz que por nós se dêem graças a Deus. Porque a administração deste serviço, não só supre as necessidades dos santos, mas também é abundante em muitas graças, que se dão a Deus” - Paulo, 2 Coríntios 9:11-12

O povo de Deus cuida uns aos outros. Deus nos dá recursos para que possamos cuidar daqueles da nossa família que têm necessidades.

“No primeiro dia da semana cada um de vós ponha de parte o que puder ajuntar, conforme a sua prosperidade, para que não se façam as coletas quando eu chegar...” - Paulo, 1 Coríntios 16:2

Aproveitamos a oportunidade de estarmos juntos no primeiro dia da semana para fazer coleta para apoiar a pregação do Evangelho e para ajudar o povo de Deus.



O Que Faço como um Filho de Deus na Sua Família?

“Visto que temos um grande sumo sacerdote, Jesus, Filho de Deus, que penetrou nos céus, retenhamos firmemente a nossa confissão. Porque não temos um sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas; porém, um que, como nós, em tudo foi tentado, mas sem pecado. Cheguemos, pois, com confiança ao trono da graça, para que possamos alcançar misericórdia e achar graça, a fim de sermos ajudados em tempo oportuno” - Anônimo, Hebreus 4:14-16

Eu celebro com confiança a minha vida em Cristo. Agarrarei firmemente à minha fé. Quando problemas e necessidades surgirem, me aproximarei de Deus sem medo por causa de Jesus. Jesus viveu neste mundo, foi tentado e viveu sem pecar. Então ele entende como é viver no mundo. Jesus sente nossa dor, entende nossas lutas e estende graça e misericórdia quando caímos. Ele nos ama e serve como nosso advogado no Céu.

“Não deixando a nossa congregação, como é costume de alguns, antes admoestando-nos uns aos outros; e tanto mais, quanto vedes que se vai aproximando aquele dia...” - Anônimo, Hebreus 10:25

Continuarei a me reunir para louvar a Deus com meus irmãos e irmãs em Cristo. Cada cristão precisa do encorajamento que vem das reuniões da família cristã.

“E perseveravam na doutrina dos apóstolos, e na comunhão, e no partir do pão, e nas orações. E, perseverando unânimes todos os dias no templo, e partindo o pão em casa, comiam juntos com alegria e singeleza de coração, Louvando a Deus, e caindo na graça de todo o povo. E todos os dias acrescentava o Senhor à igreja aqueles que se haviam de salvar” - Lucas, Atos 2:42, 46-47

A vida como cristão é muito mais do que freqüentar o culto aos domingos. A igreja vista no livro de Atos também se reunia regularmente em grupos menores para estudo, oração e comunhão. Compartilhavam sua alegria e louvor em reuniões freqüentes nas suas casas, e pessoas continuaram a ser adicionadas pelo Senhor. O crescimento acontece quando a família de Deus está envolvida em verdadeira e freqüente comunhão em grupos pequenos. É nesse ambiente mais íntimo que novos cristãos poderão aprender e crescer.

“Está alguém entre vós aflito? Ore. Está alguém contente? Cante louvores. Confessai as vossas culpas uns aos outros, e orai uns pelos outros, para que sareis. A oração feita por um justo pode muito em seus efeitos” - Tiago, Tiago 5:13 e 16

Às vezes tempos difíceis vêm para nós como filhos de Deus. Queremos ser alegres e louvar a Deus, e quando aflições vêm, queremos estar em oração. Queremos pedir para outros orarem para nós quando estamos doentes, especialmente nossos líderes espirituais. Quando pecamos, queremos ter um grupo íntimo de comunhão para que possamos confessar nossos pecados e ser curados. Queremos receber ajuda quando lutamos contra Satanás. Queremos que pessoas orem por nós, que ajudarão na nossa batalha, e que nos ajudarão a nos mantermos fiéis. Também é importante que estejamos dispostos para ajudar outros quando precisam de nós. Queremos orar e ajudar nossos irmãos e irmãs necessitados.

“Porque para isto sois chamados; pois também Cristo padeceu por nós, deixando-nos o exemplo, para que sigais as suas pisadas” - Pedro, 1 Pedro 2:21

“ROGO-VOS, pois, eu, o preso do Senhor, que andeis como é digno da vocação com que fostes chamados” - Paulo, Efésios 4:1

É importante que vivamos como Jesus. Leia as histórias de Jesus nos evangelhos de Mateus, Marcos, Lucas e João. Elas nos mostram como Jesus desenvolveu seu relacionamento com Deus, como Ele tratou as pessoas, e como Ele viveu a Sua vida. Embora não possamos pagar Jesus pelo que Ele fez na cruz, é importante que nos esforcemos a viver de acordo com o chamado de Jesus nas nossas vidas.

“Assim também vós considerai-vos como mortos para o pecado, mas vivos para Deus em Cristo Jesus nosso Senhor. Não reine, portanto, o pecado em vosso corpo mortal, para lhe obedecerdes em suas concupiscências; Nem tampouco apresenteis os vossos membros ao pecado por instrumentos de iniqüidade; mas apresentai-vos a Deus, como vivos dentre mortos, e os vossos membros a Deus, como instrumentos de justiça” - Paulo, Romanos 6:11-13

Como filhos de Deus, teremos que batalhar contra o pecado nas nossas vidas. Somos mortos ao pecado porque estamos vivos em Jesus. Então, temos que resistir o desejo de pecar. Devemos nos lembrar que fomos trazidos da morte para a vida, e então usaremos nossos corpos no serviço de Jesus, e não do pecado. Continuaremos a derrotar o Satanás, que gostaria que continuássemos a pecar.

“Mas, se andarmos na luz, como ele na luz está, temos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus Cristo, seu Filho, nos purifica de todo o pecado. Se dissermos que não temos pecado, enganamo-nos a nós mesmos, e não há verdade em nós. Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda a injustiça” - João, 1 João 1:7-9

Não nos enganemos. Cada um de nós cai em pecado às vezes. Não é o que queremos fazer, nem como tentamos viver as nossas vidas. Lembre-se que o sangue de Jesus nos purifica de todo pecado. Se estivermos andando na luz e tropeçamos, seu sangue nos purifica. Deus é fiel e nos perdoa. Viva como uma pessoa perdoada.

“ROGO-VOS, pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional. E não vos conformeis com este século mas transformai-vos pelo renovação da vossa mente” - Paulo, Romanos 12:1-2a

Nós nos oferecemos como sacrifícios vivos ao nosso Deus. Nossas vidas serão vividas num padrão diferente e num chamado mais elevado do que o mundo. Renovaremos nossas mentes com as coisas de Deus. Estudaremos as Escrituras, falaremos sobre Jesus com outros, oraremos e pensaremos nas coisas espirituais.

“Suportando-vos uns aos outros, e perdoando-vos uns aos outros, se alguém tiver queixa contra outro; assim como Cristo vos perdoou, assim fazei vós também. E, sobre tudo isto, revesti-vos de amor, que é o vínculo da perfeição” - Paulo, (Colossenses 3:13-14

Não queremos ser apenas perdoados quando pecarmos, devemos perdoar nossos irmãos e irmãs quando pecarem. Deus nos perdoou e devemos estender o perdão. Famílias amam uns aos outros. Às vezes magoamos uns aos outros, mas por causa do amor entre nós, aprendemos a perdoar uns aos outros.

“IRMÃOS, se algum homem chegar a ser surpreendido nalguma ofensa, vós, que sois espirituais, encaminhai o tal com espírito de mansidão; olhando por ti mesmo, para que não sejas também tentado. Levai as cargas uns dos outros, e assim cumprireis a lei de Cristo” - Paulo, Gálatas 6:1-2

Não vamos apenas perdoar uns aos outros, mas vamos ajudar uns aos outros a serem restaurados. Trabalharemos com delicadeza uns com os outros para voltar à fidelidade e remover o pecado das nossas vidas. Carregaremos as cargas uns dos outros, suportaremos uns aos outros e amaremos uns aos outros.

“Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus. Não vem das obras, para que ninguém se glorie; Porque somos feitura sua, criados em Cristo Jesus para as boas obras, as quais Deus preparou para que andássemos nelas” - Paulo, Efésios 2:8-10

Somos amostras das obras de Deus. Ele nos salvou pela graça quando não podíamos nos salvar. Ele tem um propósito para nós, e esse propósito é fazer boas obras. Não fazemos boas obras para sermos salvos, mas fazemos por que somos salvos. Deus tem um plano para você e para mim.

“Vós sois o sal da terra; e se o sal for insípido, com que se há de salgar? Para nada mais presta senão para se lançar fora, e ser pisado pelos homens. Vós sois a luz do mundo; não se pode esconder uma cidade edificada sobre um monte; Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai, que está nos céus” - Jesus, Mateus 5:13, 14 e 16

Como a família de Deus, somos o sal da terra e a luz do mundo. O resultado de fazermos o bem neste mundo é que pessoas verão Deus e Jesus. Somos testemunhas vivas da bondade e graça de Deus neste mundo.

“Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai, que está nos céus. Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; Ensinando-os a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos. Amém” - Jesus, Mateus 28:18-20

Jesus nos confiou para sermos missionários neste mundo para Ele. Devemos fazer discípulos dos homens, batizando-os e ensinando-os. Queremos que homens respondam a Jesus e depois cresçam em Cristo. É por isso que eu quero lhe contar sobre Jesus e Sua Igreja. Quero que você saiba as boas novas de Jesus, quero que você seja crucificado com Cristo no batismo, e que você se torne parte de uma família cristã que lhe ajudará a crescer como discípulo de Jesus.

“...PORTANTO nós também, pois que estamos rodeados de uma tão grande nuvem de testemunhas, deixemos todo o embaraço, e o pecado que tão de perto nos rodeia, e corramos com paciência a carreira que nos está proposta, Olhando para Jesus, autor e consumador da fé, o qual, pelo gozo que lhe estava proposto, suportou a cruz, desprezando a afronta, e assentou-se à destra do trono de Deus. Considerai, pois, aquele que suportou tais contradições dos pecadores contra si mesmo, para que não enfraqueçais, desfalecendo em vossos ânimos” - Anônimo, Hebreus 12:1-3

Acima de tudo, nunca desistirei. Terminarei a corrida para minha vida. Manterei meus olhos fixos em Jesus. Se ele pôde agüentar tudo que fez por mim, então perseverarei até chegar no Céu.



Não sei onde você está no seu relacionamento com Jesus, mas quero que você saiba que Deus te ama tanto que deixou Seu Filho morrer pelos seus pecados. Jesus foi sepultado e no terceiro dia ressuscitou dos mortos.

Se você não foi batizado em Cristo, lhe encorajo a fazer a decisão de entregar a sua vida para Ele.

Por favor, entre em contato com uma igreja local para poder verdadeiramente fazer parte de uma família. Cresça como discípulo do Senhor, e leve outros a Ele.

Se você gostaria de receber ajuda para tomar esta decisão, ou para implementar a sua decisão para seguir Jesus, entre em contato comigo.

Achei a minha família cristã dentro das igrejas de Cristo, e ficaria muito feliz em colocá-lo em contato com uma congregação local perto de você.

 

Steve



Steve Ridgell
steve@heraldoftruth.org



Recursos Adicionais

Jesus e Sua Igreja
Guia de Estudo por Steve
Convidados para Entrar na Família

Artigo Sobre a Família de Deus por Tim

Gostaria de conhecer alguém próximo a você?
Clique aqui para dar o próximo passo

Fale Com Alguém

Nessa jornada ruma à esperança, se você sentir que gostaria de ligar para um dos membros da equipe da Uma Vida de Esperança, sinta-se à vontade para entrar em contato conosco. Entre em contato conosco e o ajudaremos.

Contate Uma Vida de Esperança

Quatro Passos à Esperança...

Há Esperança Para A Vida

Num mundo cheio de dor, desespero, incerteza e medo, acreditamos que há esperança. Acreditamos que é possível viver uma vida de esperança, alegria, paz e propósito... [Leia mais...]

Achamos a Esperança em Deus

Acreditamos que a esperança verdadeira e duradoura é achada somente em Deus. Deus te fez, te ama e quer o melhor para você. Ele quer que você faça parte da família Dele, agora e para sempre... [Leia mais...]

Jesus é o Caminho para Chegar a Deus

Deus te ama tanto que fez uma coisa extraordinária. Ele enviou Seu Filho ao mundo para te mostrar o caminho até Deus. Jesus faz isso possível para nós – nós que somos imperfeitos, insuficientes – estarmos com um Deus perfeito... [Leia mais...]

Você Pode Escolhar Esta Vida de Esperança

Você está convidado para fazer da esperança algo real ao entregar a sua vida para acha-la em Jesus. Está convidado para compartilhar a sua vida junto com outros que têm feito esta mesma decisão. [Leia mais...]